Muitas pessoas costumam comer, principalmente pela manhã, certos cereais como flocos de milho. Este tipo mais comum de alimento é produzido da parte mais interna do grão refinada, onde se concentra o amido. Já os integrais são formados por três camadas: o farelo, comumente chamado de casca; o endosperma, que é o intermediário, e o gérmen, mais interno. Por ser o grão completo, o cereal integral é mais nutritivo, pois contém substâncias como antioxidantes, vitaminas, minerais, fibras, proteínas e lipídios. “Os alimentos com maior quantidade de nutrientes são melhores do que os calóricos, que só dão energia”, afirma a nutricionista Sílvia Cozzolino. Como os cereais integrais têm maior densidade de micronutrientes, eles aumentam a saciação, “sensação de estar plenamente satisfeito durante uma refeição”, explica o endocrinologista Bruno Geloneze. Justamente por isso, as pessoas demoram mais para sentir fome, o que auxilia no controle do peso. Outro fator predominante para reduzir os riscos da obesidade é que as fibras dos cereais integrais estimulam a produção de hormônios da saciedade. Quando comemos, há um pico de glicose no sangue após a refeição. Já os integrais fazem diminuir esta quantidade da substância no sangue, contribuindo também na prevenção da diabetes. De acordo com o cardiologista Raul Dias dos Santos, os cereais integrais protegem os vasos contra a arterosclerose, ou seja, o entupimento das artérias por gordura. “Na arterosclerose, há um processo inflamatório que ao progredir pode levar uma pessoa ao enfarte do miocárdio”, afirma o médico. O ideal para uma dieta saudável é o consumo de cinco a seis porções de grãos ao dia. Segundo a nutricionista, o indicado é ingerir três destas porções de cereais integrais. Apesar de os benefícios deste tipo de alimento ter sido comprovado por meio de estudos com grupos de pessoas ao longo de anos, os três especialistas são veementes ao afirmar que os cereais integrais só serão benéficos se associados a atividade física e hábitos de vida saudáveis. Fonte: Terra Vida e Saúde

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.