colaboração para a Folha Online O Conjur (Conselho Superior de Assuntos Jurídicos e Legislativos) da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) concluiu nesta segunda-feira que a CSS (Contribuição Social para a Saúde) é inconstitucional. Chamada de nova CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), a CSS já foi aprovada pela Câmara, mas ainda falta um destaque para ser votado pelos deputados. Assim que a votação for concluída na Câmara, a proposta segue para o Senado. Presidido pelo ex-ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Sydney Sanches, o conselho convidou o professor Alcides Jorge Costa para falar sobre a CSS. Depois dos debates, o conselho concluiu por unanimidade pela inconstitucionalidade do tributo. Para o órgão, há “indiscutível a violação ao princípio da moralidade administrativa, já que o referido tributo, quando ainda CPMF, teve sua cobrança, por emenda constitucional, rechaçada pela sociedade através do Congresso Nacional em dezembro do ano passado”. Segundo os conselheiros da entidade, há ainda “um flagrante desvio de finalidade da referida contribuição, ao se pretender ter acesso aos dados financeiros dos contribuintes através das movimentações bancárias”. (fonte: jornal Folha Online – 23.06.2008)

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.