O presidente do Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul (CRM/MS), Marcos Paulo Tiguman, e o vice-presidente, Lúcio Bulhões, participam nesta quarta-feira, dia 16, em Dourados, de uma nova reunião para discutir a situação do Hospital da Mulher. A reunião será realizada às 19 horas, na sede da Associação Médica, e contará também com a participação do superintendente do hospital, Paulo Roberto Nogueira, de representantes das secretarias estadual e municipal de Saúde, Ministério Público Estadual (MPE), Sindicato dos Médicos, além do grupo de dez ginecologistas e obstetras que presta atendimento na instituição. O grupo de médicos quase suspendeu o atendimento no Hospital da Mulher de Dourados no começo do mês porque reivindicava melhores condições de trabalho, melhor remuneração e contratação de mais profissionais para o setor, mas a diretoria da instituição não respondia aos ofícios encaminhados e nem atendia as reivindicações. Graças à intervenção do CRM/MS foram realizadas várias reuniões em Dourados envolvendo os mesmo órgãos e entidades que participarão do encontro desta quarta-feira, a crise foi contornada e as negociações entre os médicos e a direção do hospital sobre a pauta de reivindicações foram retomadas. A reunião desta noite é o primeiro desdobramento desse trabalho. Segundo o presidente do CRM/MS, cada um dos órgãos, entidades e instituições envolvidos estará fazendo um esboço de como pode contribuir para solucionar definitivamente os problemas do hospital e evitar que a população seja prejudicada.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.