O Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul (CRM/MS) solicitou por meio de ofício à Secretária Estadual de Sáude (SES), e à Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), a viabilidade de vacinação a todos os médicos, que atuam na Capital e no Estado. Desta forma, visa-se imunizar os profissionais responsáveis pela atenção primária nas redes particulares e que podem ter contato direto com pacientes infectados, mesmo que assintomáticos.

De acordo com o presidente do Conselho, Maurício de Barros Jafar, a imunização destes profissionais aumentará o atendimento em clínicas, já que muitos estão com seus consultórios fechados, reduzindo assim, de forma significativa, a necessidade de ocupação de leitos hospitalares e diminuindo a demanda por cuidados intensivos.

“Com a vacinação entendemos que ocorrerá aumento dos atendimentos médicos das mais variadas especialidades, principalmente as doenças crônico degenerativas, oncológicas, endócrinas e vasculares que necessitam de atenção continuada e estreita em sua evolução”, explica o presidente.

Em ofício, caso haja viabilidade de vacinação aos profissionais, o CRM/MS se compromete a realizar o cadastro dos médicos interessados para total controle das doses necessárias, sendo inicialmente priorizado os médicos acima de 60 anos.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.