Conforme recomendação do Conselho Federal de Medicina, recebida via circular nº 182/2021, o Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul (CRM/MS) torna público seu posicionamento contrário ao uso do medicamento Misoprostol fora do ambiente hospitalar, tendo em vista que de acordo com Portaria 344/98 da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério Público inclui este medicamento na lista de substâncias sujeitas a controle especial.

O CRM/MS ressalta ainda que o procedimento de aborto legal deve ser realizado somente por médicos, na modalidade de atendimento presencial e em ambiente hospital, pois em determinados casos o referimendo medicamento pode causar hemorragia severa.

Veja abaixo a circular do CFM

circular cfm n1822021acircular cfm n1822021b

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.