A Associação Médica Brasileira e a Sociedade Brasileira de Infectologia divulgaram nesta sexta-feira, 8 de maio, durante coletiva à imprensa, realizada na sede da Associação Paulista de Medicina, em São Paulo, dois documentos contendo orientações sobre a gripe influenza A (H1N1) destinados à comunidade médica e também à população. O conteúdo deste trabalho foi produzido por renomados profissionais que integram a equipe técnica do Comitê Científico de Influenza/Gripe da SBI, da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, Sociedade Brasileira de Medicina dos Viajantes, Associação Brasileira de Infecções Hospitalares e a Associação Pan-Americana de Infectologia. Trata-se de uma espécie de protocolo para a prática eficaz no diagnóstico, acompanhamento e tratamento de pacientes, além de prevenção. Este trabalho começou a ser formatado a partir de reunião ocorrida na sede da AMB, no último dia 30 de abril, com intuito específico de discutir a atual epidemia do vírus influenza A. Foi, então constituído o grupo técnico que ficou responsável por monitorar a evolução do problema e de elaborar informativos destinados aos médicos e população em geral, divulgando informações de interesse para ambos os públicos e mantendo-os atualizados sobre o desdobramento do atual surto de gripe causada pelo vírus influenza A(H1N1). “Os dois primeiros documentos dirigidos à comunidade e ao público leigo foram rapidamente finalizados e precisamos do apoio de todos os meios de comunicação – internet, rádios, TVs, jornais, revistas, para disseminá-lo junto à população. As orientações para a comunidade serão distribuídas a todas as entidades ligadas ao setor de saúde, a quem também solicitamos que repliquem a divulgação deste material”, afirmou o diretor científico da AMB, Edmund Chada Baracat, durante a coletiva, que contou ainda com as presenças do presidente da SBI, Juvencio José Duailibe Furtado; Sérgio Cimermann, da Sociedade Pan-Americana de Infectologia; Jorge Curi, presidente da APM; Nanci Belei, da Unifesp; Vinicius Poncio e Rosa Maria Barbosa, da sociedade Paulista de Infectologia e Marta H. Lopes, da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical. (fonte: AMB – 11.05.09)

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.