A função cartorial está entre as atribuições do Conselho Regional de Medicina. A autarquia tem como principais tarefas o registro, a fiscalização e o julgamento médico. E em 2017, a regional de Mato Grosso do Sul, conferiu aproximadamente 280 registros profissionais.

A última cerimônia deste ano aconteceu na manhã desta sexta-feira (24) e contou com a presença do presidente da casa, Celso Rafael Gonçalves Codorniz, dos conselheiros: Juberty Antônio de Souza, Luciene Lovatti e Alex Fabiano Nametala que concederam o registro a 50 novos médicos.

Durante a solenidade os participantes receberam o código de ética médica e ouviram sobre as funções do Conselho. O presidente do CRM/MS, Celso Codorniz, ressaltou que a autarquia tem como meta a defesa da população: “Nossa missão principal é proteger a população, zelar pela boa prática da medicina, fiscalizar e julgar quando necessário. O paciente deve sempre estar em primeiro lugar, mas também estamos abertos para orientar e auxiliar os medicos em suas jornadas profissionais”.

Codorniz falou ainda sobre ética, responsabilidade civil, responsabilidade com o paciente, sigilo médico e a importância de estar sempre adquirindo novos conhecimentos, tendo em vista que a medicina se atualiza constantemente.

Já a primeira secretária da entidade, Luciene Lovatti, falou sobre várias situações que tangem a responsabilidade médica, e como exemplo citou a cautela que se deve ter para a emissão de atestados. “É preciso avaliar com bastante precisão ao emitir atestados, pois caso seja feito de forma irregular se torna crime previsto no código penal e infração perante o conselho”, finalizou.

Veja as fotos do evento

 

Ariadne Carvalho – Abaetê Comunicação

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.