Os dois aparelhos de raio x do Hospital Universitário . (HU) de Campo Grande estão quebrados. Pelo menos 150 exames já deixaram de ser realizados nos dois dias em que as máquinas ficaram sem funcionar por causa de defeitos em peças. Ainda ontem, um técnico esteve no hospital para consertar um dos aparelhos que havia quebrado na semana passada. De acordo com o diretor-administrativo do HU, Cláudio Silva, foi necessário realizar empenho financeiro para ver qual empresa faria o conserto. “A providência (de consertar o equipamento) foi tomada o mais rápido possível, mas é necessário cumprir com a burocracia na hora de escolher a empresa de menor preço para realizar o reparo”, afirma Silva. Ele acredita que ainda hoje o equipamento esteja funcionando. Como a outra máquina ficou sobrecarregada, realizando todos os exames de raio X, também acabou com defeitos na tarde de quarta-feira (25). O conserto de apenas um equipamento custou R$ 4,8 mil. Silva explica que haveria necessidade de adquirir novas máquinas e diz que já encaminhou, ao Ministério da Saúde, um projeto requisitando liberação de recursos. Também estão sem funcionar os equipamentos de tomografia do Hospital Regional Rosa Pedrossian (HR) deCampo Grande e do HU. Os procedimentos estão sendo realizados apenas na Santa Casa da Capital. Silva explica que o equipamento do HU está estragado há mais de duas semanas e há necessidade de chamar um técnico de outro Estado para realizar o reparo. A empresa deve cobrar cerca de R$ 7,8 mil para consertar a máquina. Já no Regional, o problema ocorreu na sexta-feira (20) e ainda ontem um técnico de São Paulo (SP) foi chamado para arrumar, de acordo com José Roberto Almires da Silva, presidente da Fundação de Saúde, responsável pelo hospital. Segundo ele, o HR realiza cerca de 500 procedimentos de tomografia todos os meses. (fonte: jornal O Estado de Mato Grosso do Sul – 27.06.2008)

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.