O secretário municipal de Saúde Pública, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que a Unidade de pronto-atendimento (UPA) Walfrido Arruda, do Bairro Coronel Antonino, está atendendo a sua finalidade de realizar um atendimento pré-hospitala e e tem um funcionamento diferente dos centros regionais. Ele disse ontem pela manhã que ainda não havia recebido o ofício encaminhado pela promotora de Justiça da cidadania, Sara Francisco Silva, mas grantiu que vairesponder ás indagações sobre falta de equipamentos e de profissionais. “Tudo já está sendo providenciado e vou informar a promotora sobre o que a secretaria está fazendo”,garanteiu Mandetta. Ele disse que já está sendo realizada a terceira tentativa de licitação para adquirir os equipamentos para equipar a unidade. No mesmo processo licitatório está inclusa a compra dos equipamentos para as unidades de saúde dos bairros Nova Bahia, Tiradentes e Aero Rancho. “Há impasses burocráticos que ainda precisam ser resolvidos, pois os concorrentes que perderam o processo entraram com recursos”, afirma. Quanto á falta de proficionais, o secretário garantiu que a quantidade de médicos disponiveis é suficiente para atender a demanda e que as escalas são bem organizadas. Ele criticou a atitude da promotora em vistoriar a unidade. Mandatta desse que o Ministério Público Estadual deveria estar preocupado com outros casos que envolvem a Saúde Pública, como o alto número de pacientes da região de Dourados encaminhados para receber atendimento nos hospitais de Campo Grande. (fonte:jornal O Estado de Mato Grosso do Sul – 03.06.2008)

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.