Durante a segunda mesa redonda do 10º Encontro dos Conselhos Regionais de Medicina do Norte e do Nordeste, que teve como tema “Reforma Universitária – Novas Diretrizes Curriculares e o Ensino Médico”, o presidente do Conselho Regional de Medicina do Pará – Cremepa, José Antônio Cordeiro da Silva, que foi o palestrante, ressaltou que a classe médica é pioneira em relação as outras profissões do País, ao tomar a decisão política de iniciar as discussões para a alteração da grade curricular dos cursos de Medicina do Brasil. José Antônio comentou que com base nos estudos desenvolvidos pela Comissão de Especialidades no Ensino Médico do Ministério da Educação, a instituição em que é docente, a Universidade Estadual do Pará (UEPA) iniciou a reformulação de sua grade curricular, voltada para a formação mais humanística do profissional, enfocando aspectos que antes não estavam presentes na grade das escolas de medicina, como por exemplo, uma disciplina de saúde coletiva, com estágio rural, durante a residência médica. Além de José Antônio, participaram da segunda mesa redonda o conselheiro do CRM de Roraima, Guilherme Silveira de Souza, como presidente, e Fernando Ferreira, representante do CRM do Amazonas, e a conselheira do CRM-MS, Denise da Silva Gualhanome Nemirovsky, como secretária.

Aviso de Privacidade
Nós usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no portal. Ao utilizar o Portal Médico, você concorda com a política de monitoramento de cookies. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse Política de cookies. Se você concorda, clique em ACEITO.